[RESENHA] A FOGUEIRA DA BRUXA

afogueiradabruxa-1.jpg

Autora: Barbara Sena

Editora Coerência – Exemplar cedido pela editora

1ªEdição 2018 – 241pág.

INDICADO PARA MAIORES DE 12 ANOS

Skoob

Esse livro foi escolhido por vocês lá no post de “Lançamentos da Editora Coerência” e aqui estou para resenhar. Preparem-se porque essa leitura foi surpreendente!

Allegra Bellini vive com sua família em uma cidadezinha na Toscana, são uma família estimada e vivem em paz de acordo com os preceitos da igreja católica. Allegra é jovem, cheia de vida e ousadia, não costuma poupar palavras para expressar o que sente, e esse talvez seja um de seus maiores defeitos e uma de suas maiores qualidades. Essa transparência de Allegra é um perigo em pleno ano de 1492.

“A hipocresia é a lei do mundo, pensou Allegra com tristeza”

Toda a paz do povoado acaba quando uma comitiva da Santa Inquisição chega na cidade, eles estão em busca de bruxas e são categóricos que todos devem denunciar de quem desconfiam. O problema é que em uma cidade onde ninguém morre a não ser de causas naturais não tem muito o que acusar, e aí que mora o perigo, motivos como rixa de vizinhos são o suficiente para levar mulheres inocentes a julgamento por bruxaria.

Allegra não se conforma como as mulheres são menosprezadas pela igreja, suas opiniões nunca importam e qualquer coisa que pensem ou falem que vá contra a igreja, é passível de punição. É uma época muito opressora para as mulheres.

“Ela parou em frente a igreja, se perguntando porque as mulheres não são tão importantes quanto os homens, por qual razão deveriam se submeter a vontade deles… Ora, não são todos iguais perante os olhos de Deus?”

E é assim, por pequenas coisas e muito preconceito que Allegra acaba sendo levada pelo inquisidor Klaus para “uma conversa” sobre sobre as acusações sobre ela.

Allegra jamais poderia imaginar que a opressão iria muito além de proibições da igreja.

Eu fiquei chocada em muitos momentos nessa leitura, a autora não poupou nada em descrições dos horrores que as mulheres passavam nesses interrogatórios da inquisição, foram inúmeras torturas físicas e psicológicas. O golpe em Allegra foi tão grande que até mesmo seus pais a abandonaram nos calabouços de tortura.

Fica muito claro que o que moveu parte da inquisição foi preconceito e ódio, tudo “em nome de Deus”. É revoltante ler tudo o que acontece e você se pergunta se será possível Allegra escapar da fogueira.

Eu preciso tirar o chapéu pra essa narrativa, ela não é detalhada demais, mas não deixa a desejar em nos envolver na cena, eu podia sentir o frio e fedor da prisão e taaaaanta coisa acontece que jamais pensei que caberia tanta história em um livro com menos de trezentas páginas… É envolvente e te prende do começo ao fim.

A edição tem essa capa maravilhosa e o miolo não deixa a desejar, com folhas amareladas e diagramação impecável.

AFogueiraDaBruxa (2)

Tem uma pitadinha de romance, leve juro, muita adrenalina, muito horror e muitas verdades nessa história. Foi com certeza uma das melhores fantasias que já li! A autora recheou a obra de muito poder feminino, um poder que vem sobrevivendo a tantas perseguições séculos adentro. E ainda vemos a natureza ser levada a título de personagem, com sua força e essência como elementos primordiais na história de Allegra.

“Nos quatro elementos vivem pequenos seres, eles são os elementos da natureza e podem ser muito temperamentais se contrariados, mas se forem tratados com respeito, podem nos dar muito em troca.”

Recomendo MUITO pra quem gosta do gênero e também pra quem não gosta, sério, é uma história cheia de reviravoltas, capaz de entreter a todos.

Vejam bem, uma mulher na situação de Allegra tem duas opções: Ser morta na fogueira, condenada, afinal não importa se é inocente ou não, só importa o que o inquisidor decide, e ele não gosta de Allegra. Ou ela escapa e não tem para onde ir, porque nem mesmo sua família lutou por ela. Leiam e descubram o fim de Allegra.

“A única coisa que não pode ser mudada é o passado.”

AFogueiraDaBruxa (3)

 

 

15 comentários sobre “[RESENHA] A FOGUEIRA DA BRUXA

  1. jOYCE disse:

    Amei sua resenha, amei essa capa, amei a sinopse, enfim amei tudo e já querooo.
    Tou finalizando um também sobre bruxas e estou amando, tanto a história como a escrita do autor, literatura nacional está de parabéns., sempre surpreendendo. Bjocas e bom domingo.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Gisele Lopes - Abdução Literária disse:

    Oi Vivi! Mal terminei de ler sua resenha e já estava anotando a indicação. Eu adoro romance histórico, somando com o elemento de força feminina me deixou muito empolgada para realizar essa leitura. Esse período não foi fácil, principalmente para as mulheres, mas seja na ficção ou realidade, é algo que não podemos esquecer ou ignorar. Adorei a resenha, beijos.

    http://www.abducaoliteraria.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  3. Crônicas de Eloise disse:

    Oi Vivi, fiquei super interessada ,sou bem curiosa com histórias de bruxa e inquisição, e imagino como deve ter sido difícil para mulheres dessa época que acabavam sendo acusada de bruxaria e mortas de graça só pq alguém, por exemplo, não gostava delas. É realmente muita maldade e imagino que deve ser um livro que mexe com a gente e traz muita indignação.

    Quero muito conhecer essa história e saber o destino de Allegra.
    Adorei a resenha e indicação!
    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

  4. Papeando Livros disse:

    Oi, tudo bem ?

    Menina me arrepiei aqui com esse livro, pelo que pude ver do seu ponto de vista essa obra está mega interessante ! Gosto muito de livros que tem referencias, fatores históricos, isso ajuda muito a prender o leitor durante toda a leitura, deixando tudo mais intrigante. A proposta do livro e a capa com certeza não ficam atras, ambas bastante atrativas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s