[#SrDosLivros1Ano] RESENHA – TENEBRIS, o fim é apenas o começo

Com essa resenha chegamos ao fim do nosso mês de nacionais! E eu estou orgulhosa porque consegui cumprir todo o cronograma! Ao todo foram seis leituras novas e muitas indicações no instagram – se você ainda não segue está esperando o quê? Acessa o perfil do Sr. na barra lateral ⇒

Segunda teremos os resultados dos sorteios, fiquem atentos!

Tenebris (3)

Série: Tenebris Vol.1

Literatura Nacional

Autora: Erika Gomes

Produção Independente (ebook) – ed. 2017 – 319 págs.

INDICADO PARA MAIORES DE 16 ANOS

Adicione no skoob

Lauren nunca foi comum. Desde criança ela enxerga seres que ninguém mais vê, a noite para ela é reconfortante, se sente disposta, animada, acordar é sempre difícil, as manhãs são cansativas.

Lauren é filha adotada de um pastor extremamente religioso e ausente, sua mãe é sempre presente e amorosa, mas não supre a ausência de carinho do pai que está sempre ocupado demais com suas “ovelhas” descuidando e se ausentando sempre de sua família. Lauren não o perdoa por isso, e por essas atitudes tem muita dificuldade em aceitar a fé que o pai prega.

Seu melhor amigo é Gabriel, seu vizinho. Eles cresceram juntos e com ele Lauren pode conversar sobre tudo, inclusive sobre as coisas estranhas que ela vê, os sonhos confusos que a cansam como se fossem reais.

Em um desses sonhos Lauren se depara com um chamado que diz que chegou a hora, ela precisa tomar seu lugar por direito. Confusa a jovem sai pra uma caminhada e vai parar em meio a um bosque fechado, lá ela encontra Elida, uma criatura em forma de criança com traços angelicais, mas ela não é um anjo. Elida é alguém que pode contar a Lauren o que ela é.

“Minha filha, fruto dos meus mais terríveis sonhos, prova viva das minhas fraquezas, pedaço guardado e protegido, é chegada a hora de se levantar e assumir seu lugar ao meu lado!”

Seu verdadeiro nome é Naiara e seu verdadeiro pai é Heylel, mais conhecido como Lúcifer. Imaginem o choque de Lauren! Ela conta a Gabriel tudo o que aconteceu no sonho e no encontro com Elida e juntos eles decidem encontrar uma forma de chegarem a Heylel. Lauren precisa de respostas sobre sua conturbada vida, ela finalmente começa a entender porque sempre foi tão diferente.

Gabriel entrará em muitos perigos para permanecer ao lado de Lauren, a lealdade dele é linda, mas essa relação ficará muito abalada por todas as mudanças na vida de Lauren quando ela resolver assumir que é Naiara, filha de Lúcifer.

Esse foi um livro que acompanhei muito pelas redes sociais, sabia que o tema era polêmico e confesso que esperava algo mais chocante dado o rebuliço que ele causou. Mas não teve isso não. O enredo me lembrou muitas vezes Fallen, quem acompanha aqui sabe que gostei bastante desse livro.

O ponto central da história é Lauren/Naiara, metade do enredo é para que ela descubra quem é e de onde vem, afinal, como explicar que Lúcifer teve uma filha não é mesmo?! Mas existe uma explicação sim e aqui eu acho que se encontra o objeto da discórdia.

“Acho engraçado esse estereótipo que vocês, humanos, criaram a meu respeito. Nem mesmo em meus momentos mais tenebrosos me encontrei vermelho e com rabo. Aliás, vermelho tão pouco me cai bem.”

Erika nos apresenta uma fantasia onde o diabo não é 100% mau, ele tem uma aparência humana, é capaz de amar e busca por redenção. Até poderia ser né… em uma fantasia, oras porque não?! Risos.

“às vezes as pessoas que amamos precisam do nosso pior lado para serem defendidas.”

O que acontece é que a autora usa pequenos trechos da própria Bíblia na obra e isso pode incomodar pessoas religiosas sim. Eu particularmente não fiquei incomodada, acredito já ter deixado claro aqui que tenho minha convicção cristã e como leitora sei perfeitamente separar a realidade da fantasia! Até mesmo em séries como The Originals ou Vampire Diaries temos essa relação de humanos, bruxas, inferno e tal, não vejo em Tenebris nenhum elemento que não tenha visto em outro lugar, o que vejo é a forma de apresentar o enredo ser diferente. Não é todo dia que imaginamos Lúcifer apaixonado! Me lembro de uma vez, em Once Upon a Time!

Tenebris (2)

Foi uma leitura diferente, não consegui me apegar demais a nenhum personagem e isso sim me incomodou! Vocês sabem que sou uma romântica incurável e ver as mudanças em Lauren quando ela se assume Naiara causaram muito descontentamento em mim, isso porque quem sai perdendo é Gabriel e entra em cena um triângulo amoroso com Agares, o comandante de Heylel. Ele é engraçado, bonitão mas… não deu pra mim hahahaha, achei que depois que ele passa a ser a sombra de Naiara ele perdeu aquela autoridade e força que tinha quando se apresentou e passou a ser somente a sombra dela mesmo. E isso tudo é só o começo da obra.

Entramos então em uma guerra entre Heylel e seus subordinados, eles estão descontentes por seu soberano estar tão recluso, se omitindo de suas maldades, eles não aceitam que Heylel queira ser bom. Nessa guerra a mãe da Naiara será envolvida, Gabriel será envolvido, a doce Elida irá mostrar sua natureza verdadeira e mais alguns novos personagens completarão uma trama que foi bem surpreendente. A reviravolta sobre a origem de Naiara é bem pensada e espero que seja ainda mais desenvolvida nos próximos volumes dessa série (será uma trilogia). Ficaram algumas pontas soltas no final e eu gostei de saber que meu personagem favorito ainda terá uma participação bem especial daqui pra frente!

Os capítulos são um pouco longos a meu ver, tenho preferência por capítulos curtos, mas isso não tornou a leitura chata. É um livro curto e que fluiu bem rápido, inclusive nas cenas de guerra você precisa ficar atento pra não perder nenhum lance importante, o desenvolvimento é bem dinâmico. Temos algumas cenas românticas, mas vocês entenderam que não gamei né?! Mais risos aqui.

Tenebris (1)

O que gostei bastante nessa obra foi que ela apresenta as reais consequências do excesso de hipocrisia da religião. O pai (o pastor) de Naiara tem que arcar com sérias consequências de sua vida dupla, pregando e não vivendo o que prega.  Queria saber mais do que aconteceu com ele, será que aparece nos próximos volumes? Vamos aguardar! Essa história ainda precisa revelar muitas questões.90897909-352-k742275

Sigam a autora no instagram @AutoraErikaGomes

 

E se gostaram da obra fiquem felizes porque foi lançada uma edição física! É um exemplar lindo que eu estou de olho!!!

 

Vocês podem adquirir com a autora ou no site da Editora Sinna.

 

23 comentários sobre “[#SrDosLivros1Ano] RESENHA – TENEBRIS, o fim é apenas o começo

  1. Gisele Lopes disse:

    Olá, Vivi! Ultimamente vi bastante gente falando sobre esse livro no bookstagram, mas nunca tinha parado para ver de verdade. E caramba! Ele tem uma premissa muito boa. Como me dispus a ler mais nacionais (não mais esse ano, porque ele já está quase no fim :p) com certeza vou colocar ele na minha lista. A questão de você não ter se apegado muito aos personagens é um problema, já que é o que mais aprecio numa história, mas eu realmente me interessei pela plot, acho que vale a pena dar uma chance. :*

    Curtido por 1 pessoa

  2. Danuza disse:

    Oi!!
    Como você disse esse livro causou muito rebuliço nas redes sociais. Eu particularmente não tenho interesse em ler. Não gosto do tema. Mas tiro o chapéu para a sua resenha, fez uma crítica isenta de qualquer preconceito ou religião como deve ser para quem se propõe a analisar literatura. Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

  3. fabielymiranda disse:

    Oi Vivi tudo bem? Adoro livros que geram aue nas redes sociais kk me deixam mais curiosa para ler e opinar. Acho que o fato de ter citações bíblicas pode incomodar alguns, mais como você disse muitas series elogiadas também utilizam esse recurso. Só fiquei meio incomodada com relação a você não ter se apegado a nenhum personagem, isso me deixou receosa kk pois leio procurando alguém pra me apegar kkk. Mais gostei muito da sua resenha, ela está maravilhosa ❤ sem falar das fotos que estão lindas tbm ..
    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Cecília Justen disse:

    Ei, Vivi! Tudo bem?

    Menina, que história mais louca haha Não sou muito fã desse lado da fantasia, às vezes leio um livro ou outro, mas nunca foi uma leitura que eu procuro. De qualquer maneira, achei essa história diferente sabe, o mundo da fantasia abre as portas para uns temas muito legais. Eu não possuo nenhuma religião, então pra mim não seria um problema ler, assim como algumas pessoas religiosas também não teriam, mas achei muito legal você avisar que é usado umas partes da Bíblia e que há algumas mudanças em Lúcifer. Amei sua resenha, você (como sempre) arrasou na escrita e falou tudo o que eu considero para uma resenha ser ótima.

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  5. jOYCE disse:

    Oieee , esse livro é bem diferente , já vi várias resenhas sobre ele, só posso dizer que a autora é muito corajosa e merece todo sucesso. Acompanhei as fases do livro dela até a publicação.
    A capa ficou linda demais, parabéns pela resenha e sinceridade Vivi, bjus e bom domingo.

    Curtido por 1 pessoa

  6. citationb disse:

    Eu também queria entender o motivo daquele rebuliço todo que esse livro gerou. Eu li e me apaixonei apesar de não ver nada demais… Eu fiquei com pena do Gabriel e do outro carinha que fica atrás dela mais na frente mas se ela gosta de outro quem somos nós não é mesmo.? Amei amei 💟

    Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s